Mais compartilhadas

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Itanhém - A violência das grandes cidades chegou ao interior.



A cada dia que passa a violência no Brasil aumenta mais e mais, principalmente a "onda" dos assaltos à agências bancárias, o que mais assusta é que esse tipo de crime que antigamente era praticado com maior frequência nas grandes cidades, também passou a ser praticado nas cidades do interior onde antigamente eram rotuladas como cidades pacatas.

No dia 05 de Setembro, o banco do brasil da cidade de Itanhém - Bahia foi mais uma "vítima" dessa violência absurda do Brasil. Neste dia, por volta das oito horas da manhã, quando um funcionário do banco abria a agência, um assaltante bem vestido abriu o paletó, mostrou a arma e anunciou o assalto. O segurança foi dominado, a medida que os outros funcionários chegavam eles também eram rendidos e trancados no cofre.

A quadrilha que a princípio era composta por quatro elementos ou mais, não se sabe ao certo, fugiu em um carro de um funcionário levando mais de meio milhão de reais, que posteriormente foi recuperado pela polícia numa troca de tiros que culminou com a morte de quatro bandidos, um policial também foi morto e outro sai ferido gravemente com um tiro na cabeça, mas a bala foi retirada em uma cirurgia e segundo os médicos, o estado de saúde do policial é bom.

Este foi só mais um exemplo da violência que vem crescendo e dominando o Brasil. Se os políticos brasileiros, as autoridades competentes não começarem a elaborar já um plano de combate, para acabar de vez com essa violência o banditismo tomará conta do país, basta reparar que nos últimos dias tem sido frequente as notícias de policiais mortos pelos bandidos.

O governo brasileiro tem que investir muito mais na segurança pública, nomeadamente com profissionais capacitados, boas condições de trabalho e remuneração adequada, sem falar do código penal que precisa de uma revisão urgente, porque se continuar com a policia prender de manhã e soltar a noite, também não vai a lado nenhum.

Se esta mudança não começar já, vamos passar a vida toda a sofrer e lamentar as consequências da violência, e o pior são as sequelas que ficam para sempre em nossas memórias, perdas de entes queridos, traumas que não se esquecem jamais. Imaginem os funcionários e clientes do banco do brasil de Itanhém, que nunca mais terão aquela sensação de segurança e paz que algum dia tiveram e que foi destruída por conta da violência que teima em alastrar por todo Brasil chegando inclusive às cidades do interior, que antigamente eram rotuladas com cidades tranquilas.