Mais compartilhadas

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Europa - Espanhóis manifestam contra a política de austeridade.

www.news365mundo.com

Espanhóis manifestam contra a política de austeridade.

A luta contra as austeridades continuam por toda Europa, ontem 25 de Setembro ficou marcado pela grande manifestação dos espanhóis, o movimento aconteceu na capital espanhola "Madrid, no final da tarde milhares de pessoas concentraram-se em frente ao Congresso de Deputados, pedindo a demissão dos governantes e o fim das austeridades impostas pelo atual governo.

O movimento foi criado por civis convocados através das redes sociais, o movimento atingiu uma dimensão enorme com milhares de pessoas por toda capital espanhola, aliás este tipo de movimento criado através das redes sociais já virou "moda", uma vez que as redes sociais atingem uma velocidade enorme de divulgação de qualquer evento ou movimento, em poucas horas é possível conseguir milhares de seguidores.

Mas o movimento atingiu uma dimensão muito violenta com inúmeros confrontos violentos, vinte e duas pessoas foram detidas e 14 ficaram feridas, uma delas em estado grave com possíveis lesões medulares.

Na Praça Neptuno, local onde fica o Congresso dos Deputados é proibido haver qualquer tipo de manifestação nos dias que os deputados estejam reunidos, por isso a polícia foi chamada para conter cerca de 6.000 protestantes. Os incidentes mais graves começaram por volta das 19:00 ( hora local ) e estendeu-se por noite adentro.

É mais um sinal da insatisfação do povo contra as austeridades impostas pelos países da Europa, para combater a crise financeira que se instalou por quase todo continente.

O povo já não aguenta mais com tanta austeridade nomeadamente, redução de salários, aumento da idade da reforma, cortes em diversos subsídios, aumento desenfreado de diversos impostos... esta é a política que diversos governantes tem adotado para combater a crise que só tem gerado mais desemprego, mais insatisfação do povo e até agora não trouxe resultado algum e não trará porque a cada dia o poder de compra das pessoas reduzem mais e com isto é impossível a economia de um país crescer e sair de qualquer crise financeira.