Mais compartilhadas

segunda-feira, 16 de abril de 2012

O futebol e a política.

O futebol e a política são as duas maiores paixões de um povo, nesses dois mundos não há meios termos ou se ama ou odeia.

Também não é a toa que se vê cada vez mais políticos ligados aos clubes de futebol, isto porque o futebol virou um negócio altamente lucrativo , mas também não é só isto, os políticos se envolvem no mundo do futebol movidos pela paixão pelo seu clube do coração, pelo jogo de interesses que se fazem nos camarotes ou nos bastidores dos estádios de futebol e até mesmo para angariar votos aproveitando a boa fase dos jogadores ou dos clubes e ganhar a simpatia do povo.

Um fator interessante que se tem acontecido recentemente e cada vez mais tem aumentado, são as compras de clubes de futebol por políticos milionários, negócios que se tem realizado com maior frequência nos países da Europa, no Brasil essa moda ainda chegou, mesmo com a boa fase da economia brasileira a estrutura do futebol brasileiro ainda tem melhorar e muito, aliás já está melhorando com a restruturação e construção dos estádios para a realização do mundial de 2014.
Outra semelhança entre a política e o futebol é o pensamento dos torcedores dos grandes clubes de cada país, para esses torcedores o seu clube nunca joga mal e quando perde geralmente dizem que a culpa são dos árbitros, são raros os casos em que um torcedor admite que a equipe rival jogou melhor , enquanto que na política acontece o mesmo, os apoiantes de um partido político nunca admitem  que os seus governantes estão a fazer um péssimo governo, arranjam sempre um desculpa para tudo, ao passo que o povo quase nunca admite que votaram naquele péssimo político.

Quem disse que futebol  política e futebol não se discutem enganou-se, porque esses dois temas estão aí para serem discutidos, civilizadamente lembrem-se bem, podem é não chegar a um denominador comum para todos.

A diferença entre política e futebol, é que na política o povo pode mudar os seus governantes caso este não esteja a realizar um bom governo, já no futebol um torcedor não muda de clube se ele estiver a fazer uma má campanha em determinado campeonato ou até mesmo se ele descer de divisão.

O torcedor de um clube de futebol muda de religião, muda de sexo, casa-se uma, duas, três ou mais vezes, mas o  clube continua o mesmo.