Mais compartilhadas

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Crianças para adoção são devolvidas.


Como é possível uma pessoa devolver uma criança como se fosse uma mercadoria? 

Às vezes nem uma mercadoria pode ser devolvida para satisfazer sua própria vontade, simplesmente porque você não quer ou não gostou do artigo, muitas vezes é possível trocar, mas devolver nem sempre é possível.

Isto acontece quando se trata de mercadorias, mas eu quero alertar para a devolução de crianças que são concedidas para a adoção, elas não são mercadorias são seres humanos a procura de uma família, amor, carinho, edução e uma oportunidade para ser alguém na vida.

Quando nós pesamos que já vimos de tudo nessa vida, nos deparamos com cenas dessas que nos deixam decepcionados com a capacidade do ser humano em fazer o mal para o seu próximo, principalmente em si tratando de criança o ser vivo mais indefeso do planeta terra, porque uma criança não é como um animal que pelo menos tem seu instinto que usa-o em momentos de perigo atacando o "predador".

No vídeo da ISTO É, mostra casos de crianças devolvidas à Justiça pelos pais adotivos e revela que são cada vez mais comuns estes casos no Brasil. Vejam no vídeo os depoimentos de três crianças, é simplesmente chocante uma criança ser rejeitada primeiramente pelos pais biológicos, depois pelos pais adotivos.

Cenas como estas são muito tristes, a justiça deveria punir essas pessoas que devolvem as crianças para adoção, criar uma lei que puna este tipo de ação tão cruel contra essas crianças que estão à espera de uma oportunidade única na vida, se uma pessoa não têm amor suficiente para dar a uma criança então não atrapalhe ainda mais a vida dela, porque o trauma de uma criança devolvida é muito grande porque depois de ter passado pela rejeição dos pais biológicos, problemas de alcoolismo dos pais ou até mesmo violência doméstica ficam com mais um trauma que é a rejeição dos pais adotivos.

Antes de você adotar uma criança, pense muito bem se quer realmente fazer isto, para depois não magoar ainda mais a criança, porque ela não tem culpa de nada o culpado é você que não tem amor suficiente para dá-la, ninguém escolhe os filhos nos temos que gostar deles do jeito que eles nascem, sendo assim o segredo está em gostar dos filhos adotivos como se fossem "realmente" nossos, quer dizer perante a lei são filhos legítimos "desde que não sejam devolvidos." 

PENSE BEM QUANDO ADOTAR UMA CRIANÇA, PARA NÃO MAGOÁ-LA AINDA MAIS DO QUE ELA JÁ FOI.