Mais compartilhadas

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Dentista brasileira assassinada pelo marido em Lisboa.

Dentista brasileira assassinada pelo marido em Lisboa.
A dentista brasileira Luana Camargo, de 28 anos, foi brutalmente assassinada, na manhã de quarta-feira, 28 de maio de 2014, pelo seu marido também brasileiro, Marcos Camargo, de 40 anos.

O crime aconteceu na clínica dentária de propriedade da dentista assassinada. A clínica dentária Odonto Riso, fica localizada na Rua Augusta, em Lisboa, aliás, uma rua bastante movimentada e muito famosa da capital do país.

O criminoso, entrou no consultório da dentista, armado com uma faca e esfaqueou múltiplas vezes a região do tórax e braços da vítima, o crime aconteceu por volta das 10h00 da manhã, horário local.

Segundo algumas testemunhas e amigos da vítima, a dentista e empresária brasileira, terá pedido o divórcio a Marcos Camargo, em seguida saiu de casa na noite anterior, mas o marido da dentista, não aceitou muito bem o desejo da companheira de colocar um ponto final numa relação que já durava cerca de 7 anos. Luana e Marcos, eram ambos natural de São Paulo - Brasil e atualmente viviam em Odivelas - Lisboa.

Após o crime, Marcos Camargo, deixou o local do crime com as mãos todas ensanguentadas, sentou-se numa esplanada, pediu um café e ficou ali mesmo a poucos metros do local do crime à espera da polícia, ali mesmo foi detido.

Ainda segundo alguns amigos do casal, Marcos não tinha trabalho fixo, apenas ajudava a esposa na clínica dentária.

Muito lamentável essa situação, segundo informações do Jornal Correio da Manhã, Luana é a 18.ª mulher morta em Portugal desde o início do ano, sendo a maioria vítimas em casos de violência doméstica.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Jogador do Dnipro da Ucrânia, salvou a vida do adversário.

Jogador do Dnipro da Ucrânia, salvou a vida do adversário.
Respect

O jogador Jaba Kankava, que atua na equipe Ucraniana do Dnipro, deu uma excelente lição de vida àqueles maus perdedores do futebol, que utilizam a violência para vandalizarem e muitas vezes até matarem uns aos outros por conta de uma partida de futebol.

Tudo aconteceu quando numa disputa de bola, o goleiro do Dnipro se chocou com o jogador  do Dínamo de Kiev, Oleg Gusev durante um jogo do campeonato da Ucrania entre Dnipro x Dínamo de Kiev.

Reparem no vídeo que o goleiro acerta com joelho na cabeça de Oleg Gusev (Dínamo de Kiev).

Oleg Gusev, cai desacordado em campo e numa ação inesperada ou de desespero, Jaba Kankava, tenta salvar a vida do seu adversário colocando os dedos na boca do seu colega de profissão, tentando evitar que este enrolasse a língua, logo a seguir a equipe médica entra em campo para prestar os primeiros socorros.

A atitude desesperada do jogador para salvar a vida do adversário, foi muito arriscada também para ele, isto porque uma pessoa quando sofre um traumatismo craniano e começa a sofrer as consequências do trauma, como por exemplo enrolar a língua, os profissionais de saúde recomendam que não devemos colocar os dedos na boca do doente, porque corremos seriamente o risco de ficar sem os dedos devido à elevada força com que a pessoa fecha a boca, reparem no vídeo que o jogador do Dnipro sai a queixar-se com imensa dor nos dedos.
Mas acima de tudo, valeu a rápida capacidade de reação de Jaba Kankava na tentativa de salvar um ser humano, não um adversário, mesmo correndo um sério risco de ficar sem algum dedo da mão.

Que esta história com final feliz, seja mais um exemplo de humanidade principalmente para muitos vândalos que andam evolvidos no meio do futebol, espalhando violência e vandalismos pelos estádios ou até mesmo pelas cidades onde passam.