Mais compartilhadas

domingo, 14 de outubro de 2018







QUAL SERÁ O MEU FUTURO...
Vamos falar de política...

O Brasil precisa de mudanças, o ESTADO não pode continuar do jeito que está, tenho muita pena de ver ao estado que chegou a nossa NAÇÃO.

Chega de Carnaval no Palácio do Planalto, chega de brincar com os problemas do povo brasileiro, vamos todos em busca de uma solução para todos os problemas da NAÇÃO. 

Vamos dar um fim nesse ciclo de corrupção, seja A ou B eleito já não existe mais espaço de manobra para dar a volta e enganar o povo com tanta corrupção e roubalheira.

O povo pede SOCORRO, não tem como omitir e ficar enganando a população brasileira, acorda BRASIL chega de corrupção, onde está a saúde e o futuro como será...

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Dentista brasileira assassinada pelo marido em Lisboa.

Dentista brasileira assassinada pelo marido em Lisboa.
A dentista brasileira Luana Camargo, de 28 anos, foi brutalmente assassinada, na manhã de quarta-feira, 28 de maio de 2014, pelo seu marido também brasileiro, Marcos Camargo, de 40 anos.

O crime aconteceu na clínica dentária de propriedade da dentista assassinada. A clínica dentária Odonto Riso, fica localizada na Rua Augusta, em Lisboa, aliás, uma rua bastante movimentada e muito famosa da capital do país.

O criminoso, entrou no consultório da dentista, armado com uma faca e esfaqueou múltiplas vezes a região do tórax e braços da vítima, o crime aconteceu por volta das 10h00 da manhã, horário local.

Segundo algumas testemunhas e amigos da vítima, a dentista e empresária brasileira, terá pedido o divórcio a Marcos Camargo, em seguida saiu de casa na noite anterior, mas o marido da dentista, não aceitou muito bem o desejo da companheira de colocar um ponto final numa relação que já durava cerca de 7 anos. Luana e Marcos, eram ambos natural de São Paulo - Brasil e atualmente viviam em Odivelas - Lisboa.

Após o crime, Marcos Camargo, deixou o local do crime com as mãos todas ensanguentadas, sentou-se numa esplanada, pediu um café e ficou ali mesmo a poucos metros do local do crime à espera da polícia, ali mesmo foi detido.

Ainda segundo alguns amigos do casal, Marcos não tinha trabalho fixo, apenas ajudava a esposa na clínica dentária.

Muito lamentável essa situação, segundo informações do Jornal Correio da Manhã, Luana é a 18.ª mulher morta em Portugal desde o início do ano, sendo a maioria vítimas em casos de violência doméstica.